2 de julho de 2012

O jornal online da ACRAL sobreviveu ao AVC?



 Mário Lino, o director do OdA, pergunta quem vai pagar a factura


Ao fim de quase dois meses, o director do Observatório do Algarve renova o editorial de prova de vida.
Não poderia escolher melhor tema e deu-lhe forma com o sugestivo título de “Quem vai pagar a factura”, referindo-se à situação actual do país.
Depois da penumbra do tempo a tapar a inércia do jornal e o seu editorial com o título curioso de “Tapar o Sol”, o director para o funeral do jornal comprado e financiado pela ACRAL, tenta manter as aparências e publica notícias repassadas a par de que conseguiu afugentar todos os colunistas.
A verdade da situação é que não se compreende a aventura de uma associação de comerciantes que entra em despesas para comprar um jornal e deixa bem patente a dúvida da intenção e se não há aqui ordens para apenas… silenciar uma linha editorial.
Com a gente que dirige esta associação, com provas dadas de se moverem por interesses pouco claros (curioso que o dinheiro que não aparecia na tesouraria esteve em conta particular de um membro dos corpos dirigentes e ninguém se incomodou…) não admira um novo episódio de contornos duvidosos com acção na liberdade de expressão e de informar.
Ao blogue do FaroActivo não importa o que pensam todos os crápulas associados e não vai deixar de falar sobre tal movimento enquanto não virmos anunciada a missa do sétimo dia… para finalmente percebermos…


FaroActivo
faroactivo@gmail .com  

1 comentário:

  1. E a seguir matará o jornal impresso...Vai uma aposta?

    ResponderEliminar